Paulo André Moraes de Lima

Bacharel em Comunicação Social (UFF) e Mestre em Comunicação e Cultura (UFRJ). Diplomata de carreira desde 2000, atuou na área de difusão e política cultural do Ministério das Relações Exteriores entre 2002 e 2005. Na ocasião, colaborou para a elaboração dos comentários do Brasil ao Anteprojeto de Convenção sobre Diversidade Cultural da UNESCO e participou como delegado brasileiro nas primeiras reuniões de negociação da Convenção. Exerce hoje a função de Coordenador-Geral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), vinculada ao Departamento da África do MRE. Em caráter pessoal, continua acompanhando com interesse as discussões sobre a vinculação entre cultura e desenvolvimento no âmbito internacional. Publicou, em 1995, o livro “Rimas do Mundo – O Ethos Fabulador”, resultado de sua dissertação de Mestrado. Publicou também os artigos: “O Brasil de Caetano Veloso” (Revista Viva Brasil – MRE – 2003); “Entre homens, entre ursos – Devires animais na floresta gay” (Livro Imagem e Diversidade Sexual: Estudos da Homocultura – 2004); “La réinvention de la tradition: un essai sur le candomblé” (CD-ROM Brésil – La Diversité comme Identité – Sciences-Po – 2005); Espartanos, mutantes e excluídos – um ensaio sobre cultura e relações internacionais” (Revista Juca – Instituto Rio Branco/MRE -2009).

No Seminário, participará da mesa “Política Externa para a Diversidade Cultural: consensos e dissensos” com Belisa Rodrigues (ARTerial Network) e Geraldo Moraes (Coalizão Brasileira pela Diversidade Cultural), com mediação de Paulo Miguez (UFBA), no dia 28 de setembro, às 10h na Sala Ilha de Maré, no Hotel Sol Victoria Marina.

Anúncios